Missas:

Domingo – 18h || 2ª e 4ª Quinta-feira do mês – 20h ||

wallpaper_300anos

Rua Campo do Meio, 37 – Haroldo Veloso

 

iconVer Coordenação


Edson Souza: 2467-7511

Facebook


iconHistória da Padroeira


Era 1757 quando Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, pescavam no Rio Paraíba do Sul. Após várias tentativas falhas, os pescadores rezaram para a Virgem Maria, pedindo as bênçãos de Deus sobre sua pesca, já que se tratava de uma situação importante, a passagem do governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, na cidade de Guaratinguetá. Com várias tentativas falhas, os pescadores desistiram da pesca e desceram o curso do rio em direção ao Porto de Itaguaçu. Ao chegar no porto, João Alves jogou a rede pela última vez, ainda esperançoso, porém na rede veio o corpo de uma imagem da Virgem Maria, sem a cabeça, lançando a rede novamente ele apanhou a cabeça. Ao juntar o corpo a cabeça, os pescadores tiveram uma pesca abundante e foram forçados a atracar a embarcação já que o volume dos peixes ameaçava afundar o barco.


Durante alguns anos a imagem ficou na casa de Filipe Pedroso, onde as pessoas se encontravam para rezar. A devoção foi crescendo, graças de Deus foram concedidas por aqueles que rezavam junto à imagem. Uma capelinha foi construída no Porto de Itaguaçu, e logo ficou pequena para a quantidade de fiéis que ali permaneciam em oração. Com o aumento da devoção em 1834 iniciou as obras da Basília Velha (Catedral de Aparecida), em 1888 a princesa Isabel visitou a Basílica e ofertou a santa seu manto azul e sua coroa. Em 1894 os Missionários Redentoristas chegaram para trabalhar no atendimento aos romeiros que viajavam, muitos a pé, até a Basílica.


Ainda com o crescimento da devoção, era necessário um local maior, e em 1955 foi iniciada a construção da Basílica nova, atual Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida.


 

Como chegar: