LITURGIA

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; (Mateus 16, 18)

 

Vamos falar de Liturgia!

 

Pedro e Paulo são os pilares da Igreja, nosso exemplo de discípulos e missionários com qualidades e defeitos, mas acima de tudo a lealdade a Jesus e a Igreja. E com esse modelo de sermos pecadores buscando a Santidade, devemos estar atentos ao que está certo ou não durante as nossas missas.

 

1 – O que devo vestir para ir à Missa?

O teólogo e cardeal Caetano, conhecido comentador de Santo Tomás de Aquino, diz haver no vestuário quatro fins:

  1. O primeiro é físico, pelo que usamos determinadas roupas para nos protegermos do frio, por exemplo;
  2. O segundo é moral, pelo que vestimos para cobrir a nossa nudez;
  3. O terceiro é estético, pelo que vestimos para manter uma boa aparência; e
  4. O quarto, por fim, é social, pelo que devemos conservar a dignidade e a decência de nosso estado, trajando roupas apropriadas.

 

Se para irmos a festas mundanas nos vestimos com dedicação, por que não fazemos o mesmo para a festa do banquete? Façamos um exame de consciência antes de participar desta festa maior. Lembrando sempre de não sermos o motivo de pecado do nosso irmão.

 

 

2 – Amém no final do Pai nosso:

Na oração do Pai Nosso costumeiramente dizemos “Livrai-nos do mal, Amém”, mas na Santa Missa essa oração não termina aí, se dá continuidade quando o Sacerdote complementa “livrai-nos Senhor de todos os males, e concedei-nos a paz em nossos dias…’”. Por isso não dizemos o “Amém”.

 

  • – Por Cristo com Cristo e em Cristo:

Somente o Sacerdote reza o “Por Cristo”. Nós só respondemos o Amém e sem levantar as mãos.

 

 

  • – Jejum Eucarístico

“A boca do cristão recebe o Corpo do Senhor antes de qualquer outro alimento”. (Santo Agostinho)

Quem for receber a sagrada comunhão tem que se abster uma hora antes da sagrada comunhão de qualquer comida ou bebida, com exceção de água, remédios e, as pessoas idosas por sua condição, em alguns casos, frágil de saúde, estão liberadas do jejum.

 

  • – O valor da Comunhão

Antes de irmos a Santa Missa temos que fazer nosso exame de consciência para saber se estamos aptos em receber Jesus Eucarístico.

Para recebermos a comunhão devemos estar em “estado de graça”, como citado anteriormente as nossas vestimentas entra nessa preparação, não estar em pecado maior, como sem nos confessar há mais de um ano ou não ter ido à missa no domingo anterior, como sempre frisado pelo nosso Pároco Pe Cesar.

Ao sair de nossos lugares para receber a Hóstia, já devemos entrar em clima de oração, sem conversas paralelas e com a posição das mãos já definidas.

Estamos Recebendo Jesus, o bem mais valioso que possamos receber, portanto tenhamos zelo ao recebe-lo.

 

  • – Presbitério

O presbitério é o espaço mais importante da nave da Igreja, nele que precede o Santo Altar.  Ali podem estar os sacerdotes, diáconos e os demais ministros que exercem o seu ministério.

Algumas de nossas capelas possuem portas que dão acesso ao presbitério, durante as Celebrações da Palavra, nós como assembleia não devemos utilizar essas portas, pois o Presbitério é um lugar Santificado.

Fernanda de Almeida